quarta-feira, 27 de julho de 2016

Kaweco Classic Sport Red

A versão vermelha da Kaweco Classic Sport foi oficialmente lançada pela marca no Verão de 2016.


A caneta que é focada nesta crítica foi-nos enviada pela Kaweco, gratuitamente, para a testarmos e relatarmos no Objectos de Escrita a nossa impressão. A nossa opinião é, no entanto, inteiramente livre, sem qualquer condicionamento por parte da marca para além da obrigação da escrita do presente texto.

A gama Classic Sport é composta por canetas, lapiseiras, esferográficas e rollerball de várias cores com acabamentos dourados (aparo, emblema metálico da marca no topo da tampa) e com os três componentes plásticos da mesma cor - secção, corpo e tampa. A cor é geralmente sólida, isto é, totalmente opaca salvo raras excepções como são os casos das versões transparentes e cognac, por exemplo.
Neste ano de 2016 foi anunciada a adição deste novo acabamento - vermelho a descontinuação de dois acabamentos já existentes nesta gama - o azul (Blue) e o azul-xadrez (Blue Chess).


Design – O design desta caneta e inspirado no design da Kaweco Sport do início do século passado, conferindo-lhe um aspecto bastante clássico, acentuado pelos acabamentos dourados. A cor vermelha, no entanto confere-lhe um  aspecto um pouco mais exuberante. De facto, o vermelho desta caneta é bastante vivo, tornando-a impossível de passar despercebida. Este elemento faz com que o aspecto mais clássico se torne mais jovem e contemporâneo.
Todo o restante design desta caneta é o mesmo do modelo que foi por nós avaliado em 2011. 18/20



Materiais – A Classic Sport é uma caneta plástica, fabricada em ABS, bastante leve mas muito resistente. As únicas peças não plásticas nesta caneta são metálicas: o aparo e o pequeno emblema da marca no topo da tampa. É uma caneta que, apesar das suas pequenas dimensões é muito resistente ao uso do dia a dia, podendo ser, por isso, transportada sem grandes preocupações em bolsos ou dentro de malas. Nesta vertente, a maior limitação que esta caneta apresenta é a possibilidade de, caso seja transportada juntamente com moedas ou chaves, se riscar. Os riscos poderão ser mais visíveis nesta cor do que noutras, uma vez que o vermelho vivo realça ainda mais este brilho do plástico. 20/20


Aparo – O aparo desta caneta é de aço e, como em todas as Kaweco Sport da gama Classic, é dourado. O do exemplar em questão é um M e escreve com a espessura esperada de um aparo médio, talvez um pouco mais fino do que o esperado, o que, na nossa opinião, não é um defeito, pelo contrário. É rígido mas escreve de forma muito suave sobre o papel. O desempenho do conjunto aparo-alimentador é perfeito. Não há qualquer defeito a apontar a este aparo. 20/20



Pormenores – Um dos pormenores mais dignos de realce de todos os exemplares do modelo Sport é o pequeno medalhão de metal, como logótipo da marca, no topo da tampa. 20/20


Sistema de enchimento – Cartucho de tinta ou conversor. 20/20


Conforto na escrita – À semelhança das outras Kaweco Sport, as dimensões reduzidas da caneta são compensadas pelas grandes dimensões da tampa que, colocada na extremidade do corpo, a transformam numa caneta de dimensões normais e, por isso, fácil de usar com considerável conforto. Seria mais confortável com um pouco de peso extra (algo que acontece nas versões metálicas como a Kaweco AL Sport Stonewashed). Para alguns utilizadores, uma secção com um maior diâmetro poderia ser mais confortável. 17/20


Cuidados especiais – Mesmo não sendo metálica, o plástico destas canetas é bastante resistente, permitindo uma utilização sem grandes cuidados particulares, para além do cuidado para não perder uma caneta tão portátil. A sua forma octogonal da tampa impede quedas inadvertidas. 20/20


Preço – A Kaweco Classic vermelha é comercializada a um preço abaixo dos 20€ sendo, sem dúvida, barata. 20/20



Apreciação final – Estamos perante uma caneta de boa qualidade, com um aparo que permite uma óptima experiência de escrita. É uma caneta portátil e resistente para o uso do dia a dia durante anos. Esta nova cor agora lançada é a cor mais intensa da gama Classic, constituindo uma adição interessante a esta linha de produtos, capaz de agradar a muitos utilizadores e coleccionadores. Consideramos, no entanto, que esta cor é talvez excessivamente vibrante para um uso diário em contexto profissional. Mas talvez tenha o seu lugar para aqueles utilizadores que fazem questão de ter uma caneta vistosa e inconfundível. Excelente relação qualidade/preço. 19/20



Sem comentários:

Enviar um comentário