quarta-feira, 18 de maio de 2016

Kaweco AC Sport Red

A Kaweco AC Sport é uma caneta de gama média da Kaweco que apresenta um corpo em alumínio com apontamentos de fibra de carbono. O acabamento que aqui avaliamos é a versão vermelha.


A caneta que é focada nesta crítica foi-nos enviada pela Kaweco, gratuitamente, para a testarmos e relatarmos no Objectos de Escrita a nossa impressão. A nossa opinião é, no entanto, inteiramente livre, sem qualquer condicionamento por parte da marca para além da obrigação da escrita do presente texto. No final do período de teste, a caneta deverá ser devolvida à Kaweco.

Design – A Kaweco AC Sport é um modelo inspirado no design das primeiras Kaweco Sport, do início do século XX e semelhante em forma à Kaweco Ice Sport, já anteriormente avaliada por nós. Este modelo é feito de alumínio com embutidos de fibra de carbono preta. A secção, a rosca e a extremidade do corpo são de alumínio vermelho, sendo toda a parte centrar (a maior parte) coberta a fibra de carbono brilhante. O corpo é cilíndrico. A tampa, octogonal, é vermelha, com quatro das faces com aplicação de painéis de fibra de carbono. Na extremidade da tampa existe o tradicional logótipo redondo da marca, feito em aço mas, no presente caso, de cor preta. A combinação de cores e materiais de diferentes texturas e brilho funciona bem. No entanto, o aparo, de aço prateado, seria mais coerente com o visual geral da caneta se fosse preto. 18/20


Materiais – Devido aos materiais usados (alumínio e painéis de fibra de carbono), esta caneta parece ser claramente um objecto de escrita sólido e durador. Nenhum componente desta caneta aparenta ser frágil. Na verdade só o acabamento da cor vermelha, aplicado no alumínio nos levanta alguns receios: com o fechar e destapar a caneta e com o colocar a tampa na extremidade do corpo, alguma fricção entre os vários componentes de alumínio é inevitável. Achamos possível que algum desgaste do acabamento possa daqui advir. Mas a verdade é que após cerca de 3 semanas de uso diário e bastante intensivo não há ainda quaisquer sinais visíveis de desgaste. A robustez dos materiais e a delicadeza dos acabamentos fazem desta caneta simultaneamente um objecto de resistência indiscutível e um objecto delicado que deverá ser guardado, transportado e utilizado com todos os cuidados. 18/20


Aparo – O aparo é de aço e rígido. Apresenta-se na sua cor natural mas consideramos que ficaria muito mais coerente o aparo de aço de cor preta que a marca também comercializa. Felizmente é possível comprar separadamente a unidade de enroscar constituída pelo aparo e alimentador, permitindo uma rápida e fácil substituição por parte do utilizador. Tanto o aparo como o alimentador têm neles gravado o logótipo da Kaweco. O aparo é um F e comporta-se como tal (para os padrões europeus). Embora escreva bem e seja muito suave o deslizar sobre o papel, nota-se que este conjunto aparo/alimentador produz um tipo de linha um pouco seca. 17/20 


Pormenores – Nesta caneta destacam-se, pela positiva, as aplicações de fibra de carbono e o logótipo no topo da tampa com um acabamento preto sem brilho. Pela negativa, apontamos o facto de o aparo fornecido de série com esta caneta ser prateado e não preto. 15/20


Sistema de enchimento – Esta caneta possui um sistema de enchimento por cartucho de tinta ou conversor. 20/20


Conforto na escrita – Esta é uma caneta pequena mas que, depois de colocada a tampa na extremidade do corpo, fica com a dimensão adequada para quaisquer mãos. Como é metálica apresenta um peso mais adequado a um grande conforto na escrita. Para mãos grandes a secção poderá ser demasiado fina. 19/20

Cuidados especiais – Devido à forma octogonal da tampa, esta é uma caneta difícil de resvalar de uma mesa para o chão, rebolando. Talvez seja apenas necessário ter algum cuidado com o acabamento vermelho no alumínio que se poderá desgastar no contacto das várias partes. 18/20


Preço – Esta caneta está à venda a um preço que ronda os 95€, o que corresponde a um objecto de escrita resistente e com uma excelente aparência estética. Apesar do preço elevado, parece-nos uma excelente relação qualidade/preço. 19/20



Apreciação final – Esta é uma caneta versátil, feita com materiais resistentes e com um aspecto desportivo (pelo menos neste exemplar em que o vermelho contrasta com o negro da fibra de carbono) mas que não deixa de ser suficientemente elegante para a utilização em qualquer circunstância profissional. Do ponto de vista estético, é uma caneta única no universo dos objectos de escrita. Até a caixa de lata em que é comercializada é atractiva e útil para proteger a caneta. Facilmente se admite que, embora não seja barata, constitui um bom investimento para uma caneta do dia a dia. É talvez elegante demais para ser colocada no bolso junto dos outros objectos que a possam riscar (ao contrário do que se passa com a Kaweco AL Sport Stonewashed. Só é difícil desculpar o aparo não ser preto. 18/20

Sem comentários:

Enviar um comentário