terça-feira, 28 de junho de 2016

Z.A.M. - Zeferino Alves Moreira

Publicamos hoje mais um fruto da colaboração com José João Peixoto Moura: um texto sobre a Z.A.M. - Zeferino Alves Moreira.


Por serem escassas as informações, fotografias e quaisquer outros materiais sobre estas marcas de objectos de escrita pedimos aos nossos leitores que nos enviem toda a informação que possam ter sobre este assunto e que queiram partilhar connosco e com o nosso autor convidado para objectosdeescrita@gmail.com. O Objectos de Escrita garantirá o reencaminhamento de qualquer informação, documento ou material para o autor dos textos para que este possa continuar o seu valioso trabalho de pesquisa e documentação da história dos objectos de escrita nacionais.

Z.A.M. - Zeferino Alves Moreira


Z.A.M. - Industria Portuguesa, fundada por Zeferino Alves Moreira no ano de 1905 em Monte Burgos – Porto.


A Z.A.M. produziu uma grande variedade de modelos de aparos com uma qualidade nada inferior aos melhores produzidos por fabricantes ingleses. Entre outros artigos metalúrgicos similares, produzia também os confidentes para cartas que eram uns agrafes circulares que podiam ser personalizados com monograma, logótipo ou nome das empresas.


Em 1912, Zeferino Alves Moreira era também um político activo, deputado socialista do Centro Socialista Moreira da Maia e reclamava alguns benefícios para o Porto, como portagens grátis na ponte D. Luís Ι, Porto-Gaia.


A informação constante neste artigo foi-nos enviada por José João Peixoto Moura.

Sem comentários:

Enviar um comentário