quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Quais os limites de uma colecção?

Em teoria, uma colecção de canetas, por exemplo, não terá qualquer limite. Mas quando se inicia uma colecção é sempre importante ponderar os limites que, na prática, possam existir.

Um dos limites mais frequentes é o financeiro. Poderá existir um limite de dinheiro que possa ser gasto mensalmente, ou mesmo um calor máximo que o coleccionador possa colocar a cada objecto de escrita que pretenda adquirir. É fácil o entusiasmo levar a um gasto excessivo, pelo que convém ter uma noção clara do dinheiro disponível.

 Alinhamento de aparos de canetas de um modelo de uma colecção

Existe também o limite do espaço. Coleccionar objectos de escrita como canetas não ocupa muito espaço, mas coleccionar máquinas de escrever, por exemplo, já ocupa. E mesmo quando o objecto de colecção não ocupa demasiado espaço é sempre preciso pensar no espaço que ocupam as caixas (ou outra forma de arrumação/exposição) que os contêm.


Adição de mais uma caneta a um conjunto de canetas roxas, violeta e azuladas

O tempo disponível para a actividade de coleccionar também não deve ser esquecido. Coleccionar pode ocupar demasiado tempo. Desde a arrumação dos objectos de escrita coleccionados, ao seu restauro, à pesquisa e troca de informação sobre eles até ao tempo gasto à procura da próxima compra. Este é um factor que pode ser muito exigente, uma vez que é necessária uma intensa pesquisa para encontrar o objecto pretendido e a procura das condições de compra mais vantajosas.

Sem comentários:

Enviar um comentário