sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Parker True Blue

A Parker True Blue foi introduzida em 1928, baseada no modelo Duofold, numa tentativa de captar novos públicos com uma versão mais barata desse modelo. Chamado pela marca de “Modernistic Blue” ficou conhecida na história por “True Blue”. Terá sido descontinuada no início da década de 30 do século XX.



Materiais – Esta caneta é de plástico (permanite) que aparenta ser sólido. No entanto, a descoloração visível no corpo e tampa podem criar dúvidas (não necessariamente fundamentadas) em relação à sua resistência física. Estes materiais, pelo menos no que respeita à estética da caneta, não são duradouros. 10/20

Aparo – A True Blue apresenta um aparo de ouro, de dimensões médias. Muito suave, responde bem a um pouco mais de pressão na escrita e apresenta alguma flexibilidade. A espessura do traço situa-se entre o F e o M. 19/20


Pormenores – O principal pormenor mais digno de referência nesta caneta é o acabamento em marmoreado que Foi originalmente branco e azul mas que agora, com a descoloração, se torna um pouco mais amarelado. É um pormenor verdadeiramente interessante mas que podia ser muito mais atraente, não fosse a alteração de cor sofrida. 13/20

Sistema de enchimento – Nesta caneta o enchimento faz-se através de botão (button-filler), a partir de tinteiro. 16/20

Conforto na escrita – O aparo contribui para que a caneta seja um prazer de ser utilizada, bem como o desempenho irrepreensível do alimentador que fornece um bom fluxo de tinta constante ao aparo. No entanto, acaba por ser uma caneta algo pequena por ser fina e, ao obrigar a colocar os dedos na secção muito próximo do aparo não se torna no mais confortável dos objectos de escrita. 13/20

Design – O design desta caneta apresenta pontos positivos e negativos. O ponto positivo é o aspecto geral da caneta, com o marmoreado branco e azul que a torna invulgar neste tipo de canetas. Mantém o aspecto sóbrio mas confere-lhe alguma descontracção. Como ponto negativo o próprio modelo em si. Este exemplar é baseado na Duofold Streamline que não é, na minha opinião, a mais bonita. Mas esta caneta foi também produzida num modelo baseado na Duofold Flat Top, muito mais interessante. 13/20


Preço – É possível encontrar estas canetas no Ebay (embora não apareçam muitas à venda) por cerca de 100€, preço adequado à sua antiguidade (mais de 80 anos). 16/20


Apreciação final – Esta True Blue é uma caneta interessante mas creio que será mais apelativa para o colecionador do que para o utilizador regular. É de notar que recentemente os preços subiram um pouco devido ao interesse acrescido neste modelo desde o lançamento de uma edição especial da Parker (com o mesmo marmoreado azul) nas modernas Duofold, há poucos anos. 14/20

Sem comentários:

Enviar um comentário