quarta-feira, 20 de abril de 2016

Indústrias FELISA

Uma vez que o Objectos de Escrita é um blogue que dá preferência à Língua Portuguesa faz todo o sentido escrever sobre as marcas portuguesas de objectos de escrita, tema sobre o qual a informação é muito escassa. Felizmente temos, para o efeito, o contributo de José João Peixoto Moura que, para nossa sorte, aceitou colaborar com o nosso blogue com textos sobre este assunto, como autor convidado. José João Peixoto Moura é um coleccionador português que se tem debruçado sobre os produtos e história das marca portuguesas. Nesta série de publicações que iremos fazendo ao longo do tempo é sua a autoria dos textos bem como as imagens disponibilizadas.

Por serem escassas as informações, fotografias e quaisquer outros materiais sobre estas marcas de objectos de escrita pedimos aos nossos leitores que nos enviem toda a informação que possam ter sobre este assunto e que queiram partilhar connosco e com o nosso autor convidado para objectosdeescrita@gmail.com. O Objectos de Escrita garantirá o reencaminhamento de qualquer informação, documento ou material para o autor dos textos para que este possa continuar o seu valioso trabalho de pesquisa e documentação da história dos objectos de escrita nacionais.


INDÚSTRIAS FELISA PORTUGAL

1940 a 1951 (sem confirmação)

A marca FELISA, estaria ligada a Felisminos & Machado, com sede no Rossio nº 93, 3º em Lisboa, sendo também os agentes da Conklin. Segundo The Chronicle of the FOUNTAIN PEN, tratou-se de um projeto baseado nas Conklin de que eram agentes. Esta semelhança pode verificar-se na forma do clipe com o gravado FELISA.

Seguem-se imagens de dois modelos e pormenores das mesmas, seguem também publicidades associadas à marca. 




Segue também imagem de um postal que não é minha propriedade, onde se pode verificar a ligação de Felisminos & Machado com canetas FELISA.


A Firma Felisminos & Machado terá sido fundada por volta de 1933, (há referência das oficinas nesta data com a mesma sede) por Felisberto Felismino, Aureliano Felismino e Vergílio Machado. Quanto à FELISA aparece como Indústrias Felisa Portugal, provavelmente para que não houvesse uma referência directa a Felisminos & Machado, uma vez que eram agentes da Conklin, ou, devido às contingências da guerra que termina em 1945. Mas em 1948 ainda se assumem como representantes da Conklin.



As publicidades foram obtidas do arquivo digital F.M.S. do Diário de Lisboa.

A informação constante neste artigo foi-nos enviada por José João Peixoto Moura.

Sem comentários:

Enviar um comentário