quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Moleskine – Branco: o novo preto

A Moleskine anunciou o lançamento de uma colecção dos seus cadernos em que a capa preta foi substituída por uma capa branca.



Em contraste total com o preto (ausência de cor), o branco é frequentemente encarado como a base sobre a qual as ideias de constroem, se expressam personalidades e se criam e comunicam conceitos. É uma cor universal que tem um papel crucial na paleta de muitos artistas. Alguns trabalhos artísticos foram criados sobre a ideia de branco (como o White Album dos The Beatles e pinturas de vários artistas). Também na arquitectura as estruturas brancas foram a base da visão de Le Corbusier, por exemplo, entre outros.
É preciso não esquecer também que hoje em dia muitos dispositivos digitais são desenhados como rectângulos brancos, sendo este novo Moleskine uma combinação perfeita. Até o elástico e a fita marcadora de página são brancos. Apenas as folhas fogem ligeiramente a esta cor com o seu tom marfim.
Uma nova versão de um objecto de escrita já clássico que a Moleskine quer que seja encarado como a tela em branco do utilizador.

Sem comentários:

Enviar um comentário